Perspectivas africanas e afro-diaspóricas da História Social - on-line

ATENÇÃO

INFORMAÇÕES SUJEITAS A MODIFICAÇÕES

Clique nos títulos abaixo para abrir as caixas de informação:

Natureza do curso
difusao
Público Alvo

Professores da rede pública e privada, do ensino fundamental e médio; estudantes de graduação e pós-graduação e demais setores sociais interessados no tema.

Objetivo

Este curso tem por objetivo visitar alguns dos debates pertinentes às diretrizes da lei 10.639, de 09 de janeiro de 2003, que tornou obrigatoriedade o ensino da História da África e da História e Cultura afro-brasileira. O propósito é o de lançar mão de olhares plurais sobre um mesmo horizonte: a construção de narrativas nas quais gênero, patrimônio, relações socioculturais e representações confluem para processos históricos ocorridos na África e no Brasil. A base teórica são as contribuições trazidas por estudiosos e estudiosas informados pelos diálogos Sul & Sul, e por pressupostos que desafiam construções epistêmicasdominantes, oriundas, principalmente, de abordagens eurocêntricas.
A atenção do curso recai sobre grupos sociais que foram subalternizados, mas também persistentes e ativos nas lutas contra opressões e formas de dominação. Partindo da análise da estruturação do colonialismo e das políticas raciais, destacamos também as ações de resistência dos povos africanos e afro-diaspóricos em busca de sociedades mais igualitárias, distintas dos intentos hegemônicos, expressas na constituição de patrimônios e narrativas próprias. Estudos de casos como formações quilombolas na Bahia e as lutas travadas por movimentos negros do Brasil, acompanhados por ferramentas das expressões audiovisuais e da cartografia urbana, fornecem perspectivas importantes para pensarmos em estratégias de autoafirmação e busca por direitos sociais e políticos.
No continente africano, as interações socioculturais desenvolvidas na África Centro-oriental, na longa duração entre os séculos IX e XIX, serão visitadas como faceta importante para averiguar formações sociais africanas em suas dinâmicas históricas internas e externas. Mais próximos do tempo presente, percorremos por linhas historiográficas que afloram dos debates sobre gênero e História das Mulheres no continente africano; contribuições de uma análise que coloca em perspectivas histórias e representações de mulheres na região do Zambeze, no século XIX, e em Ruanda, no século XX.

Programa
Carga horária
20.00h
Vagas

Máximo: 80.

Mínimo: 5.

Certificado/Critério de Aprovação
Mínimo de 75% de frequência obrigatória. Os certificados serão enviados por e-mail quando os ministrantes disponibilizarem a lista de aprovados no sistema.
Coordenação
Profa. Dra. Maria Cristina Cortez Wissenbach, da FFLCH.
Ministrante(s)

David William Aparecido Ribeiro     

Iamara de Almeida Nepomuceno     

Marcelo Vitale Teodoro da Silva     

Maria de Fátima Novaes Pires     

Mariana Rodrigues de Vita     

Moreno Brender Stedile     

Napoliana Pereira Santana     

Núbia Aguilar Moreno     

Paulo César Pereira de Jesus     

Thais Fernanda Alves Avelar     

Thiago de Araujo Folador

Período de Realização
06/10/2022 a 17/11/2022.
Local
Curso à distância. Após a inscrição, as instruções serão enviadas por e-mail aos alunos matriculados pelo ministrante.
Detalhes
Quinta-feira 19:00 às 22:40
Valor

Gratuito.

Período de Inscrição
28/09/2022 (09:00) a 03/10/2022 (23:59).
Detalhes

► Inscrição On-line pelo  Sistema Apolo.

► As matrículas serão realizadas por meio de sorteio.

► Os alunos receberão automaticamente pelo sistema o resultado do sorteio (sorteado ou não).

► Os sorteados estarão diretamente matriculados, não sendo preciso entrar em contato para confirmação. É só aguardar o contato dos ministrantes por e-mail.

► As inscrições para o sorteio acontecerão diretamente no Sistema Apolo, e o sorteio será realizado no dia seguinte às inscrições, dia 04/10/2022.

Desistência: 

O aluno desistente deverá escrever à Secretaria (agenda@usp.br)

Atenção:

  • A INSCRIÇÃO é realizada pela parte "pública" do Sistema Apolo. NÃO É PRECISO LOGAR.
  • Qualquer pessoa pode fazer a matrícula, aluno da USP ou não.
  • O curso aparecerá no Sistema Apolo somente na data de inscrição indicada para cada curso.
  • Não é por ordem de chegada. 
  • As vagas são limitadas.
  • O Sistema Apolo é gerenciado pela Reitoria. Não temos como dar suporte técnico a eventuais problemas de acesso ao sistema. O suporte é: apolo@usp.br
  • Para este evento NÃO HAVERÁ listas de espera ou matrículas posteriores. 
  • Recomendamos que o aluno não faça matrícula sem a certeza de que irá cursar as aulas.
  • Não tire a oportunidade de outro interessado! 
  • Todos os aprovados (75% de frequência mínima) terão certificados.
  • Recomendamos a inscrição em computadores. Alguns dispositivos de celulares ou navegadores de internet não conseguem completar a inscrição no Sistema Apolo.